quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Expressões Curiosas na Língua Portuguesa


JURAR DE PÉS JUNTOS:
"Mãe, eu juro de pés juntos que não fui eu". 
A expressão surgiu através das torturas executadas pela Santa Inquisição, nas quais o acusado de heresias tinha as mãos e os pés amarrados (juntos) e era torturado pra dizer nada além da verdade. Até hoje o termo é usado pra expressar a veracidade de algo que uma pessoa diz.

MOTORISTA BARBEIRO: 
"Nossa, que cara mais barbeiro!"
No século XIX, os barbeiros faziam não somente os serviços de corte de cabelo e barba, mas também, tiravam dentes, cortavam calos, etc., e por não serem profissionais, seus serviços mal feitos geravam marcas. A partir daí, desde o século XV, todo serviço mal feito era atribuído ao barbeiro, pela expressão "coisa de barbeiro". Esse termo veio de Portugal, contudo a associação de "motorista barbeiro", ou seja, um mau motorista, é tipicamente brasileira..

TIRAR O CAVALO DA CHUVA: 
"Pode ir tirando seu cavalinho da chuva porque não vou deixar você sair hoje!"
No século XIX, quando uma visita iria ser breve, ela deixava o cavalo ao relento em frente à casa do anfitrião e se fosse demorar, colocava o cavalo nos fundos da casa, em um lugar protegido da chuva e do sol. Contudo, o convidado só poderia pôr o animal protegido da chuva se o anfitrião percebesse que a visita estava boa e dissesse: "pode tirar o cavalo da chuva". Depois disso, a expressão passou a significar a desistência de alguma coisa.

À BEÇA: 
"Isto está bom à beça!"
O mesmo que abundantemente, com fartura, de maneira copiosa. A origem do dito é atribuída às qualidades de argumentador do jurista alagoano Gumercindo Bessa, advogado dos acreanos que não queriam que o Território do Acre fosse incorporado ao Estado do Amazonas.

DAR COM OS BURROS N ' ÁGUA: 
"Eles deram com os burros n'água!"
A expressão surgiu no período do Brasil colonial, onde tropeiros que escoavam a produção de ouro, cacau e café, precisavam ir da região Sul à Sudeste sobre burros e mulas. O fato era que muitas vezes esses burros, devido à falta de estradas adequadas, passavam por caminhos muito difíceis e regiões alagadas, onde os burros morriam afogados. Daí em diante o termo passou a ser usado pra se referir a alguém que faz um grande esforço pra conseguir algum feito e não consegue ter sucesso naquilo.

GUARDAR A SETE CHAVES: 
"Este segredo está guardado à sete chaves!"
No século XIII, os reis de Portugal adotavam um sistema de arquivamento de jóias e documentos importantes da corte através de um baú que possuía quatro fechaduras, sendo que cada chave era distribuída a um alto funcionário do reino. Portanto eram apenas quatro chaves. O número sete passou a ser utilizado devido ao valor místico atribuído a ele, desde a época das religiões primitivas. A partir daí começou-se a utilizar o termo "guardar a sete chaves" pra designar algo muito bem guardado..

OK:  
"Amanhã eu te procuro, ok?"
A expressão inglesa "OK" (okay), que é mundialmente conhecida pra significar algo que está tudo bem, teve sua origem na Guerra da Secessão, no EUA. Durante a guerra, quando os soldados voltavam para as bases sem nenhuma morte entre a tropa, escreviam numa placa "0 killed" (nenhum morto), expressando sua grande satisfação, daí surgiu o termo "OK".

ONDE JUDAS PERDEU AS BOTAS: 
"Aquela cidade fica depois de onde Judas perdeu as botas!"
Existe uma história não comprovada, de que após trair Jesus, Judas enforcou-se em uma árvore sem nada nos pés, já que havia posto o dinheiro que ganhou por entregar Jesus dentro de suas botas. Quando os soldados viram que Judas estava sem as botas, saíram em busca delas e do dinheiro da traição. Nunca ninguém ficou sabendo se acharam as botas de Judas. A partir daí surgiu à expressão, usada pra designar um lugar distante, desconhecido e inacessível.

PENSANDO NA MORTE DA BEZERRA: 
"Ela está pensando na morte da bezerra!"
A história mais aceitável para explicar a origem do termo é proveniente das tradições hebraicas, onde os bezerros eram sacrificados para Deus como forma de redenção de pecados. Um filho do rei Absalão tinha grande apego a uma bezerra que foi sacrificada. Assim, após o animal morrer, ele ficou se lamentando e pensando na morte da bezerra. Após alguns meses o garoto morreu.

PARA INGLÊS VER: 
"Faça o trabalho só  para inglês ver!"
A expressão surgiu por volta de 1830, quando a Inglaterra exigiu que o Brasil aprovasse leis que impedissem o tráfico de escravos. No entanto, todos sabiam que essas leis não seriam cumpridas, assim, essas leis eram criadas apenas "pra inglês ver". Daí surgiu o termo.

RASGAR SEDA: 
"Eles ficam rasgando seda com aquele político!
A expressão que é utilizada quando alguém elogia grandemente outra pessoa, surgiu através da peça de teatro do teatrólogo Luís Carlos Martins Pena. Na peça, um vendedor de tecidos usa o pretexto de sua profissão pra cortejar uma moça e começa a elogiar exageradamente sua beleza, até que a moça percebe a intenção do rapaz e diz: "Não rasgue a seda, que se esfiapa".

O PIOR CEGO É O QUE NÃO QUER VER:  
Em 1647, em Nimes, na França, na universidade local, o doutor Vicent de Paul D`Argent fez o primeiro transplante de córnea em um aldeão de nome Angel. Foi um sucesso da medicina da época, menos pra Angel, que assim que passou a enxergar ficou horrorizado com o mundo que via. Disse que o mundo que ele imaginava era muito melhor. Pediu ao cirurgião que arrancasse seus olhos. O caso foi acabar no tribunal de Paris e no Vaticano. Angel ganhou a causa e entrou pra história como o cego que não quis ver.

ANDA À TOA: 
"Vou andar à toa pela praia!
Toa é a corda com que uma embarcação reboca a outra. Um navio que está à toa é o que não tem leme nem rumo, indo pra onde o navio que o reboca determinar.

QUEM NÃO TEM CÃO, CAÇA COM GATO: 
Na verdade, a expressão, com o passar dos anos, se adulterou. Inicialmente se dizia quem não tem cão caça como gato, ou seja, se esgueirando, astutamente, traiçoeiramente, como fazem os gatos.

DA PÁ VIRADA: 
A origem do ditado é em relação ao instrumento, a pá. Quando a pá está virada pra baixo, voltada pro solo, está inútil, abandonada decorrentemente pelo Homem vagabundo, irresponsável, parasita.

NHENHENHÉM:  
Nheë, em tupi, quer dizer falar. Quando os portugueses chegaram ao Brasil, os indígenas não entendiam aquela falação estranha e diziam que os portugueses ficavam a dizer "nhen-nhen-nhen".

VAI TOMAR BANHO:  
Em "Casa Grande & Senzala", Gilberto Freyre analisa os hábitos de higiene dos índios versus os do colonizador português. Depois das Cruzadas, como corolário dos contatos comerciais, o europeu se contagiou de sífilis e de outras doenças transmissíveis e desenvolveu medo ao banho e horror à nudez, o que muito agradou à Igreja. Ora, o índio não conhecia a sífilis e se lavava da cabeça aos pés nos banhos de rio, além de usar folhas de árvore pra limpar os bebês e lavar no rio as redes nas quais dormiam. Ora, o cheiro exalado pelo corpo dos portugueses, abafado em roupas que não eram trocadas com freqüência e raramente lavadas, aliado à falta de banho, causava repugnância aos índios. Então os índios, quando estavam fartos de receber ordens dos portugueses, mandavam que fossem "tomar banho".

ELES QUE SÃO BRANCOS QUE SE ENTENDAM: 
Esta foi das primeiras punições impostas aos racistas, ainda no século XVIII. Um mulato, capitão de regimento, teve uma discussão com um de seus comandados e queixou-se a seu superior, um oficial português.. O capitão reivindicava a punição do soldado que o desrespeitara. Como resposta, ouviu do português a seguinte frase: "Vocês que são pardos, que se entendam". O oficial ficou indignado e recorreu à instância superior, na pessoa de dom Luís de Vasconcelos (1742-1807), 12° vice-rei do Brasil. Ao tomar conhecimento dos fatos, dom Luís mandou prender o oficial português que estranhou a atitude do vice-rei. Mas, dom Luís se explicou: Nós somos brancos, cá nos entendemos.

A DAR COM O PAU: 
"Tem banana a dar com pau!"
O substantivo "pau" figura em várias expressões brasileiras. Esta expressão teve origem nos navios negreiros. Os negros capturados preferiam morrer durante a travessia e, pra isso, deixavam de comer. Então, criou-se o "pau de comer" que era atravessado na boca dos escravos e os marinheiros jogavam sapa e angu pro estômago dos infelizes, a dar com o pau. O povo incorporou a expressão.

ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA, TANTO BATE ATÉ QUE FURA: 
Um de seus primeiros registros literário foi feito pelo escritor latino Ovídio ( 43 a .C.-18 d.C ), autor de célebres livros como "A arte de amar "e "Metamorfoses", que foi exilado sem que soubesse o motivo. Escreveu o poeta: "A água mole cava a pedra dura". É tradição das culturas dos países em que a escrita não é muito difundida formar rimas nesse tipo de frase pra que sua memorização seja facilitada. Foi o que fizeram com o provérbio, portugueses e brasileiros.

sexta-feira, 29 de junho de 2012

A Responsabilidade Sobre Nossos Vícios


Várias podem ser as causas de um vício: a insegurança, a vaidade, a ideia de não ser uma pessoa boa o suficiente etc.

Em todos esses casos, a forma como o indivíduo se vê acaba gerando uma pressão emocional muito grande - que alguns tentam aliviar com o consumo de álcool, cigarro ou quaisquer outras drogas.

Para tais criaturas, é um grande alívio relaxar, poder se expressar de maneira mais fácil. Dá-lhes uma agradável sensação de bem-estar. Daí, o principal motivo que dificulta o abandono dos vícios é um só: elas gostam deles. Afinal, quando bebe ou se droga, o inseguro, que normalmente não acredita na própria capacidade e sempre se coloca em último lugar, perde o controle mental. Torna-se ousado e essa sensação é muito prazerosa, de tal sorte que ele deseja cada vez mais sentir-se assim.

Quando não confia em si mesmo, a pessoa se retrai. Mas continua sonhando em ser socialmente aceita. Então, finge ser mais do que é na ilusão de, assim, conseguir o que deseja. Procura se autoafirmar, promover-se, ter um desempenho muito acima de suas possibilidades. Sob essas circunstâncias, vive entre dois extremos. Vai do excesso de euforia à depressão e, em ambos os casos, o álcool e a droga aliviam o desconforto, ajudando-a a esquecer sua dor. Em todos os casos, o viciado é alguém que vive muito fora da realidade.

Não olha nem vê a vida como ela é, pois teme perceber seus pontos fracos. Por tabela, não consegue enxergar suas qualidades. Em sua grande maioria são mimados, pensam que os outros têm obrigação de lhes fazer as vontades. Não desejam fazer nenhum esforço para melhorar de verdade a própria vida.

Ao nascer, o espírito pode, sim, já trazer essa personalidade - desenvolvida em anteriores encarnações.  Mas a finalidade é melhorar e, para tanto, eles precisam fazer a sua parte no processo. Desde cedo os pais precisam estar atentos para identificar essas tendências e, assim, ajudar os filhos. 

O primeiro passo? Não serem super protetores, pois não estabelecendo limites nem disciplina, contribuem para que as crianças cresçam sem conseguir reagir e vencer. A superproteção os torna mais dependentes do que são e impede que testem a própria capacidade. Afinal, vivem acomodados na certeza de que alguém sempre fará tudo para ele. O problema é que, fora do lar, a vida não funciona assim e o mundo certamente cobrará um desempenho mais real para o qual eles não estão emocionalmente preparados. Seja na vida afetiva, na profissional e até na social... Não importa: onde desejarem ter sucesso, terão de enfrentar a desilusão e a descoberta de seus pontos fracos.

Se ao invés de fugir através dos vícios eles decidirem enfrentar a verdade, reconhecerem o erro e as condições de mudar, conseguirão deixar o vício, reaver a autoestima e tornar-se pessoas melhores. O poder da mudança está nele. Só ele tem possibilidade de fazer isso.

A influência de espíritos viciados ocorre de fato, mas eles não induziram ao vício. Pelo contrário: foram atraídos por ele. Ao se ligarem com o viciado, há uma troca energética entre ambos e eles sentem o efeito das drogas, do que se privaram depois da morte. Por isso, quando o viciado quer largar o vício, além da ajuda médica, deve buscar ajuda espiritual para afastar esses espíritos e facilitar a recuperação.


Cada um é responsável pelas suas escolhas. 
Não existe vítima. 
Mas todos têm o poder de mudar.
Basta querer!

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Google TV no Brasil


A Sony já havia mostrado novidades para o Google TV durante a CES 2012, quando o Google decidiu aderir à empresa, deixando a parceria com a Logitech de lado. Mas hoje a Sony anunciou o Internet Player (NSZ-GS7), que deve chegar ao Brasil até o fim do ano e, segundo a empresa, trará grande comodidade e diversão:

Nós temos um compromisso firmado com o consumidor e ouvimos, em pesquisas recentes, que a TV é seu principal centro de entretenimento. Com a chegada da plataforma Google TV, oferecemos a ele a possibilidade de encontrar tudo o que deseja assistir, ouvir ou jogar através de seu televisor. Tudo isso com um simples toque no botão

O Internet Player Sony com Google TV trará uma nova experiência de TV e Internet para o Brasil. O aparelho contará com o Chrome como navegador, que estará pronto para rodar Flash e Java. O Google Play fica encarregado de oferecer download de diversos aplicativos otimizados para o set-top-box, como YouTube e Twitter. Ele ainda executa diversos tipos de arquivos, incluindo MP3, AAC, WMA e até vídeos com o codec Xvid e Matroska. O Player conta ainda com saídas HDMI, Ethernet e USB, além dos 8GB de memória interna e o processador dual-core de 1.2GHz para dar conta de rodar tudo sem problemas.

O controle da Google TV da Sony é algo que merece destaque. A comunicação entre ele o aparelho é feito por Bluetooth, e ele conta com um touchpad para navegação na frente e um teclado físico retroiluminado atrás. Ainda há o sensor de movimentos, que pode ser usado para controlar a TV ou para jogar um Fruit Ninja, quem sabe.

O consumidor poderá ter uma variedade de conteúdo e por meio do Google Play poderá acessar e ativar vários aplicativos, ferramentas e plataformas digitais. A interatividade também continuará nas redes sociais, via Facebook, Youtube, Twitter e Google Plus - tudo via TV.

Segundo a Sony, Brasil e México serão os primeiros países latino-americanos a receber a Google TV, o que deve acontecer até o fim do ano. A empresa ainda não revelou o preço do Player, mas visto que ele chegará para concorrer com a Apple TV, que aqui é vendida por R$399, é de se esperar que ele chegue na mesma faixa de preço.

Para o gerente geral de Marketing da Sony Brasil, Carlos Paschoal, o aparelho promete ter novidades e será um diferencial para o mercado. “O lançamento do Internet Player Sony é motivo de grande satisfação para a empresa, que oferece ao consumidor brasileiro mais um diferencial de conectividade, por meio da poderosa plataforma Android, para seus smartphones, tablets e produtos de áudio e vídeo”.


domingo, 24 de junho de 2012

Retardados Digitais


Eu sempre defendi a tese de que Kevin Mitnick nunca foi hacker. Na verdade a maioria dos ditos hackers são script kiddies e engenheiros sociais. O pessoal que pesquisa, conhece e domina os sistemas, no melhor estilo Neo, está ocupado trabalhando pra NASA ou vendendo por US$10 mil um bug encontrado.

Convenhamos, ligar para uma empresa se dizendo da firma de manutenção e pedir a senha do servidor não é talento tecnológico, é no máximo ter cara-de-pau. Mesmo assim, funciona, e muito bem. O computador tem uma capacidade de foxmulderização dos usuários, que acreditam piamente em tudo que o TÉNICO fala, e perdem o senso crítico.

Exemplo: Existe uma galera que considera a mera existência de outras pessoas uma ofensa pessoal, mas ao invés de ignorar essas pessoas passam o tempo todo estalkeando no Twitter, tentando técnicas de invasão geniais como clicar no “esqueci minha senha”. No desespero para tentar roubar contas alheias, esses imbecis apelam para o Google, e caem em páginas como a que me enviaram, um dos links mais bem-posicionados para a query “roubar senhas de Twitter”.

A técnica “infalível” usa… o Hotmail, e se você está se perguntando que catzo o Hotmail tem a ver com senha do Twitter, parabéns, você é mais inteligente que 99% dos otários que caem no tal site. Veja:



Achei esse texto na net e deu certo é só nao abusar.. 
: Como hackear twitter fácil e IMBATÍVEL! 
: O método utilizado pelo é via e-mail pelo http://www.hotmail.com.br para dar uma senha perdida 
: é 
: utilizar o assistente da sua web, mas se observarmos bem iremos notar que 
: é apenas um ‘bot’ que 
: a única coisa que faz é enviar de forma interna os dados para poder redirecioná-los 
: à sua base de dados. 
: O que nem toda a gente sabe é que este processo (normalmente realizado na 
: web) não é mais que 
: um envio ao e-mail  [REMOVIDO]@hotmail.com   um formato pré-establecido:  
: Consiste em enviar um e-mail fazendo-se passar pelo boot,utilizando a sua 
: codificação, é automático e não tem a mínina segurança, ainda assim não o 
: usem muito porque senão podemos descobrir e acabar com nossa festa né? 
: Siga atentamente as instruções, a troca de apenas uma letra invalida o processo. 
: 1º PASSO: 
: No campo "para:"(destinatário): escrever:  suportetwitterrecupera@hotmail.com 
: 2º PASSO: 
: No campo Assunto escrever:(usa copiar e colar) 
: GOTO_PassRecovery_TWITTER:000f-1a2a-r045 
: 3º PASSO: 
: NA PRIMEIRA LINHA (IMPORTANTE QUE SEJA A PRIMEIRA LINHA DO CORPO 
: DA MENSAGEM) Escrever o seguinte: 
: Rec_To-USR_RCVR:USER DA VÍTIMA NO TWITTER/use_redir_gerza 
: 4º PASSO 
: NA QUARTA LINHA PÕE O SEGUINTE: 
: REDIRECT_TO:(SEU USER NO TWITTER):(SUA SENHA NO TWITTER) 
: * A SEGUNDA E TERCEIRA LINHA DEVEM SER ZEROS "0" 
: NOTA: Tem especial atenção em escrever tudo corretamente e na sua linha correspondente. 
: O corpo da mensagem será algo assim : 
: Para : e-mail da  [REMOVIDO]@hotmail.com 
: Asunto:  GOTO_PassRecovery_TWITTER:000f-1a2a-r045 
: MENSAGEM: 
:  Rec_To-USR_RCVR:USER DA VÍTIMA NO TWITTER/use_redir_gerza 
: 0 
: 0 
:  REDIRECT_TO:(SEU USER NO TWITTER):(SUA SENHA NO TWITTER) ) 
: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ __ _ _ __ _ _ __ _ _ __ _ _ __ _ _ __ _ _ __ _ _ _ 
: E pronto, você deverá em pouco tempo receber um e-mail com a indicação da 
: password da sua "vitima". Caso não receba imediatamente, pode acontece de 
: o bot estar sobrecarregado e seu e-mail acabe perdido do sistema. Quando 
: isso ocorre, na segunda tentativa deverá receber. Há casos de usuários que 
: receberam a senha imediatamente, outros após mais algumas tentativas. Se 
: não conseguir de primeira, espere pelo menos 1 dia entre cada tentativa. 
: Não tem erro. E assim consegue descobrir senha da pobre vítima!



Vamos lá.

PRIMEIRO, Hotmail não tem NADA a ver com Twitter. Equivale a você ligar para a Net reclamando de falta de água, se bem que com a CEDAE é capaz da Net ter taxa de sucesso superior.

SEGUNDO: você está tentando recuperar a senha do usuário A enviando user/senha do usuário B. Isso não faz o MENOR SENTIDO, mesmo assim as pessoas repassam essas “dicas” se achando espertonas, estão combatendo o sistema, fight the power! são quase a Trinity.

99% dos casos de estelionato online se resumem a Cavalos de Tróia instalados depois que o sujeito ignora 5 ou 6 avisos de segurança do Windows, afinal o Ministério da Saúde avisou que ele está no SPC e por isso perderá o título de eleitor. A culpa, claro, é da Microsoft.

O problema é que 99% das pessoas perde qualquer capacidade de raciocínio crítico diante de um computador, a máxima “computador é complicado” faz com que nem tentem aplicar regras de bom-senso. A sensação de que ali é outro mundo aparentemente passa a idéia de que nada que trouxemos do nosso mundo funciona, tudo é arbitrário e portanto não precisa fazer sentido.

É um mundo onde enviar email para o hotmail para recuperar senha do Twitter é normal. É um mundo onde você recebe aviso de ações judiciais em português capenga, enviados de Sdruvs2000@microsoft.com.kr, com “Confecções Silveira” no remetente, e acha normal. Um mundo onde imbecis SOLTEIROS clicam indignados em fotos “ela está te traindo”, um mundo onde (essa eu testemunhei) um RETARDADO passou com um disquete por todos os computadores da empresa tentando visualizar o arquivo “minhafoto.exe” que uma guria passou pra ele via ICQ.

Detalhe: o retardado em questão era PROGRAMADOR em uma softhouse.

Inclusão digital não é ensinar a usar computador, isso todo mundo já sabe. O fundamental é fazer com que as pessoas percebam que Internet não é outro mundo, não é mágica, não tem Leis Físicas diferentes. O bom-senso, a racionalidade, podem e devem ser aplicados nas relações online.

Também precisam – e isso roubei do discurso do pessoal do Linux    parar com a preguiça. Ninguém compra um carro e sai na rua sem saber dirigir, sem conhecer Leis de Trânsito e sem respeitar os outros motoristas, sob pena de acabar debaixo de uma carreta. É preciso o mesmo discernimento no mundo online. Não é difícil, as pessoas usam desse discernimento o tempo todo, só desligam quando ligam o PC.

É culpar a vítima? Sinceramente é. Entregar suas senhas porque um espertalhão PEDIU não é um acidente inevitável, é dirigir bêbado.


Texto: Carlos Cardoso



sábado, 16 de junho de 2012

Facebook e o velho problema de sempre


As redes sociais podem ser irrelevantes para alguns, irritantes para outros ou até mesmo de grande ajuda para muitas pessoas, permitindo que elas encontrem amigos ou parentes com quem não tinham contato há um longo tempo, mas uma coisa é inegável, se não tomarmos cuidados, serviços como o Facebook podem ser a maneira ideal para nos tornarmos vítimas de criminosos.

De acordo com um artigo publicado pelo jornal britânico Daily Mail, há cada 40 minutos um crime relacionado a rede social de Mark Zuckerberg é registrado em todo o mundo e só no ano passado 12.300 ocorrências foram formalizadas. O pior é que as transgressões não se limitam apenas a fraudes ou intimidações, chegando também a assédio sexual,  assaltos, sequestros, ameaças de morte, estupros e assassinatos, inclusive envolvendo crianças, mesmo com os menores de 13 anos sendo “proibidos” de se registrarem por lá.

O problema é que mentir a idade na hora do cadastro não é algo difícil de ser feito e por isso Jean Taylor, do grupo Families Fighting for Justice, defende a opinião de que o Facebook deveria ser fechado, já que ele “causa mais danos do que bem,” permitindo que pedófilos publiquem fotos suas e encontrem jovens facilmente.

Já para um detetive entrevistado, “isso é apenas um reflexo da sociedade em que vivemos” e que não existe nada de perigoso no Facebook, mas assim como um carro ou uma faca, é preciso ter cuidados com os perigos associados a eles, opinião com a qual concordo.

Basta lembrarmos que antes das redes sociais, quem queria utilizar a internet para encontrar suas vítimas valia-se do anonimato proporcionado por salas de bate-papo para isso ou mesmo antes da grande rede se tornar popular, bastava fazer uma visita a algum bar ou lanchonete para realizar sua caçada. Ou seja, novamente estamos diante do velho problema de sempre, o ser humano.

sábado, 9 de junho de 2012

Seus Problemas com Manuais acabaram




Se você comprou recentemente um produto e "perdeu" o Manual de Instruções, encontrá-lo on-line pode ser muito fácil com ManualsLib. Este site pode ajudar você a economizar tempo e esforço para encontrar um manual específico. O banco de dados ManualsLib tem uma enorme coleção de arquivos PDF para todos os tipos de produtos, e tem uma interface, com as categorias de busca populares. O serviço é bastante fácil de usar, tudo que você precisa fazer é digitar sua consulta no campo de pesquisa e encontrar rapidamente o que você está procurando. Resultados da pesquisa incluem o nome do produto, a descrição, modelo, data, tamanho e número de páginas. Uma vez que você encontrou o manual que você está procurando, você pode lê-lo online ou fazer o download para o seu PC. Além disso, esses documentos podem ser compartilhados em vários sites de mídia social, como Facebook e Twitter. A página inicial vem com uma barra de pesquisa e alguns manuais populares além de informar as últimas pesquisas realizadas no site. 


Para começar, basta digitar uma consulta (por exemplo, a Apple iPhone 4S) no campo de pesquisa e pressione Enter. Note que você pode pesquisar manuais tanto pelo nome do produto como pela marca. O serviço também possui um recurso de pesquisa instantânea, que rapidamente permite que você selecione o produto desejado a partir de um menu drop-down.

Cada manual pode ser lido on-line ou baixado para o seu PC. Além disso, você poderá compartilhá-lo em vários portais de mídia social, imprimir ou enviar por e-mail. O aplicativo vem com um layout limpo, o que permite a leitura de manuais em uma interface organizada. Você pode alternar entre as páginas clicando nos botões numerados a partir do topo da página, compartilhar, ou incorporar o manual em seu site ou blog.

Alternativamente, você pode navegar entre diferentes páginas clicando nos botões exibidos em ambas as extremidades de uma página. Você ainda vai encontrar manuais relacionados para outros produtos similares rolando a tela.

O banco de dados ManualsLib consiste de mais de 456,411 arquivos PDF, e está crescendo a cada dia. O serviço é gratuito e não requer qualquer inscrição. Com ManualsLib, você não terá mais a clicar em links múltiplos e ver uma infinidade de sites para baixar um ou encontrar um manual.


sexta-feira, 8 de junho de 2012

"Pode mandar, amor, vou ver e deletar na hora, juro!"


Todo mundo que já brincou nas interwebs já soltou essa. Incrivelmente (e felizmente) as supracitadas gatas acreditam, e brindam o mundo com suas imagens indiscretas. Claro, sempre há as mais espertas, que não caem nesse golpe. Para elas surgiu o Snapchat!

Gratuita, a aplicação se compromete a resolver o problema de enviar fotos comprometedoras de cunho onanofappístico, que cairão na Rede para todo o sempre.

(calma, não ria ainda)

O programa permite que você configure um timer, entre 1 e 10 segundos, definindo o tempo que a imagem será exibida no iPhone do Tio Sukita do outro lado. Após isso a foto some para sempre.

É uma senhora segurança e toda jovem bonita e carinhosa que faz o homem gemer sem sentir dor deve se tornar usuária dessa aplicação. Sério, e é grátis no iTunes. Acho inclusive que isso deve tornar as meninas mais liberais, mais ousadas em suas fotos, afinal ninguém poderá guardá-las.

Colabore, passe o Snapchat para suas amigas!

E antes que um chato lembre que é só apertar POWER+HOME no iPhone e a tela será capturada, com timer ou sem timer, tornando a aplicação rigorosamente inútil eu pergunto: DE QUE LADO VOCÊ ESTÁ? 

Fonte: textually.org

Microsoft eterniza a sua Vida Digital no Facebook



Eu não sei bem como chamar o negócio. Pode ser compilação, amostragem, sei lá, mas é bem legalzinho. Se chama… OfficeBook. Ele fuça a sua conta do Facebook no intervalo de tempo especificado, compila suas estatísticas de uso, cria um perfil do seu perfil e monta um doc do Word com o resultado.

Claro, você pode não gostar do que vai descobrir. Só 37% dos meus amigos são mulheres. Como assim, Bial?

A chamada do aplicativo no release é bem mais chique, “Microsoft lança aplicativo para Facebook que eterniza a vida digital do usuário da rede social”, mas eu sou do tempo em que “se eternizar” envolvia pelo menos construir uma pirâmide ou um império. Fiquemos com a versão mais pé-no-chão: É um aplicativo bonitinho, gera um resultado bem legal e "é di grátis". Não tá bom?

E por favor não pergunte qual a utilidade. Não tenho a menor idéia. mas isso pode ser dito do próprio Facebook.


sexta-feira, 1 de junho de 2012

Lei de Crimes na Internet é aprovada pela Câmara


A primeira Lei Brasileira voltada especificamente para punir Cibercrimes começa a sair do papel.

Até hoje, o país não tem mecanismos legais para lidar com crimes cometidos nos meios digitais, e a justiça tem agido baseada em leis de caráter geral. 

O projeto aprovado pela Câmara dos Deputados na  última quarta-feira (23/05) pode se transformar na primeira lei criada para combater delitos virtuais. Mas, o caminho para o texto final foi mais que tortuoso. As discussões em torno da nova lei seguiram uma velocidade nada digital: nada menos que 13 anos se passaram desde que a primeira proposta foi apresentada. Essa primeira proposta ficou conhecida como Lei Azeredo, em referência ao deputado Eduardo Azeredo, do PSDB de Minas Gerais, que a encabeçou. 

O projeto original tinha 23 artigos mas, para conseguir a aprovação da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara, acabaram restando apenas 4, reunidos sob o texto do deputado do PT de São Paulo, Paulo Teixeira. Para a base governista, que trabalhou para a aprovação do novo projeto de lei, a proposta original continha excessos e ameaçava a liberdade da internet.

Os quatro tópicos que restaram são: falsificação de dados e cartões, colaboração ao inimigo, racismo e a criação de delegacias especializadas no combate a crimes digitais. Ficaram de fora os pontos mais polêmicos, como a guarda de logs por três anos por parte dos provedores de internet, e a possível criminalização do compartilhamento de arquivos. Em entrevista ao Olhar Digital, o deputado Paulo Teixeira defendeu a redução: "todos os artigos retirados já estão cobertos pela legislação atual e não devem voltar a fazer parte do projeto. A questão mais polêmica, que é a guarda de logs, não terá lugar nessa lei criminal, pois já é tratada no Marco Civil".

A guarda de logs a que se refere o deputado ocupou boa parte das discussões dos últimos anos. No projeto original, os provedores de internet seriam obrigados a armazenar todos os logs (registros de atividades dos internautas) por pelo menos 3 anos. Como a lei foi aprovada sem fazer referência aos logs, o que fica valendo é o Marco Civil, pelo qual os provedores devem arquivar logs de todos os seus usuários pelo período de um ano.

Teixeira comemora a aprovação projeto de lei e afirma que, se o projeto integral de Azeredo passasse, muitas atividades corriqueiras na internet seriam criminalizadas. "A base governista se articulou e, por causa de um dia especialmente agitado na Câmara, conseguimos passar a lei com rapidez. Acredito que também fomos favorecidos por conta da exposição do caso de roubo das fotos da atriz Carolina Dieckmann, o que gerou uma pressão da sociedade para a aprovação de uma lei criminal".

Já o advogado Victor Haikal, representante do escritório de advocacia especializado em crimes digitais PPP, considera a proposta insuficiente para lidar com a maior parte das contravenções cometidas em ambiente digital. "Acredito que o que foi feito foi jogar fora treze anos de discussões. Ficaram de fora tipificações importantes, como a difusão de malware". Para o advogado, "parte dos deputados parece mais inclinada a criar um ambiente anárquico na rede do que democrático". Segundo ele, a guarda de logs de acesso por três anos – proposta de Azeredo – seria necessária para um melhor acompanhamento dos crimes digitais.

O texto aprovado prevê prisão de três meses a um ano para quem “devassar dispositivo informático alheio, conectado ou não a rede de computadores, mediante violação indevida de mecanismo de segurança e com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização expressa ou tácita do titular do dispositivo, instalar vulnerabilidades ou obter vantagem ilícita”. Mesma punição para quem “produz, oferece, distribui, vende ou difunde programa de computador com o intuito de permitir a invasão de computador alheio”.

A pena será agravada – prisão de seis meses a dois anos – se a invasão resultar em obtenção de conteúdo de comunicações eletrônicas privadas, segredos comerciais e industriais e informações sigilosas. A pena aumenta de um terço à metade se o crime for praticado contra os presidentes dos três Poderes (legislativo, executivo e judiciário) nos três níveis – federal, estadual e municipal. No caso de falsificação de documentos, como cartão de crédito e de débito, a pena é prisão de um a cinco anos e multa.

O projeto segue agora para votação no Senado. Se aprovado, ainda precisa retornar à Câmara para nova votação no plenário.


Comércio online com sites do exterior poderá pagar imposto


Se já não bastassem todos os tributos com os quais o brasileiro tem que arcar, o Senado planeja criar mais um – desta vez, sobre os produtos comprados no exterior via internet.

De acordo com o jornal O Globo, a medida seria implantada para compensar perdas financeiras de estados importantes da federação como São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, que perderiam dinheiro por causa das novas regras de tributação do ICMS nas compras online.

Em maio, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal aprovou proposta de emenda à Constituição que modifica a cobrança do ICMS do comércio eletrônico, forçando os estados de origem dos produtos a dividirem o imposto com os de destino. A proposta ainda precisa passar pelo Plenário.

A ideia dos senadores é criar um tributo para preencher o buraco na arrecadação desses estados. Compras do exterior via internet, hoje, são taxadas pela Receita Federal.

De acordo com estudos realizados pelo Senado, o  brasileiro gastou US$ 25 bilhões em compras  pela internet apenas em sites dos Estados Unidos. Hoje não há cobrança de ICMS nesse tipo de comércio.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Agora é Crime...


Exigir cheque-caução ou outra garantia para prestar atendimento médico de urgência agora é crime. A Lei 12.653/2012, publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (29), acrescenta a conduta de condicionamento de atendimento médico-hospitalar de urgência ao Código Penal (Art. 135-A), com pena de detenção de três meses a um ano. A pena pode ser dobrada, se a falta de atendimento resultar em lesão corporal grave, e triplicada, se levar à morte do paciente.

A exigência de cheque-caução já é considerada irregular pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e por órgãos de defesa do consumidor. A mudança no Código Penal, no entanto, passa a considerar a prática criminosa.

A nova lei, que ainda deve receber regulamentação do governo, também proíbe a exigência de preenchimento de formulários antes da prestação do atendimento médico de urgência.

O projeto que deu origem à lei (PLC 34/2012), de autoria do Poder Executivo, foi aprovado no Senado no início deste mês. Segundo o relator da proposta na Casa, senador Humberto Costa (PT-PE), o objetivo é priorizar a vida em vez de subordinar tudo ao lucro e ao ganho.

Um dos casos que motivaram a iniciativa do governo federal foi a morte em janeiro de Duvanier Paiva, então secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, depois de dois hospitais particulares de Brasília terem recusado atendimento a ele. Com sintomas de infarto, o servidor, de 56 anos, não teria sido atendido por não levar consigo um talão de cheques para oferecer a caução. Quando finalmente recebeu socorro, no terceiro hospital, seu quadro já era irreversível.

A nova lei obriga, ainda, os estabelecimentos de saúde com serviço de emergência a exibir, em lugar visível, a seguinte informação: Constitui crime a exigência de cheque-caução, de nota promissória ou de qualquer garantia, bem como do preenchimento prévio de formulários administrativos, como condição para o atendimento médico-hospitalar emergencial.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Revista VEJA vs. Lucy Sky


A revista Veja desta semana traz a matéria que denuncia a criação de perfis no Twitter que são controlados por robôs para promoverem campanhas difamatórias contra a revista, por exemplo. Na reportagem, que ocupa cinco páginas, é citado que o “usuário” lucy_in_sky_ foi programado para repetir mensagens automaticamente.  Nessa quarta-feira, 16, a conta estava apagada do microblog – voltando ao ar na madrugada desta quinta, 17.

Responsável por divulgar que o perfil sumiu da rede social, o colunista da versão online da Veja, Reinaldo Azevedo, afirmou, em sua página na internet, que descobriu o fechamento da conta no microblog por acaso.  “Fui acessar o tal perfil agora há pouco só por curiosidade. ‘Vamos ver o que andam dizendo… Vamos ver se aquela pacata dona de casa, que se dedica com tanto afinco a difamar uma publicação, continua lá, firme!, na sua militância doméstica’”, publicou o jornalista.

Azevedo afirmou que o perfil lucy_in_sky_ foi usado pelos “petralhas”, termo que usa para se referir a determinado setor do PT. Na reportagem da Veja, a criação de robôs no Twitter é atribuída ao presidente do partido e deputado estadual de São Paulo, Rui Falcão. A edição impressa afirma que o petista é “o grande pregador da supressão da liberdade de imprensa e patrono da guerrilha digital”.

Desde que a reportagem da Veja foi divulgada, no sábado, 12, o site oficial do Partido dos Trabalhadores publicou nove notas críticas à revista, como a acusar de mentir sobre a informação de robôs (perfis montados para reproduzirem mensagens definidas por um programador) das redes sociais. A legenda chegou a reproduzir a entrevista que o perfil lucy_in_sky_ concedeu se identificando como “uma pacata carioca de 59 anos, estudiosa do comportamento humano, amante dos animais e profissional da saúde”. Um dia depois, porém, o usuário não pode mais ser encontrado no microblog sem ter o nome revelado.

Ao reproduzir na íntegra post do Blog da Cidadania, de Eduardo Guimarães,  o site do Partido dos Trabalhadores informou que “o PT, enquanto instituição, bem como seu presidente, Rui Falcão, foram falsamente acusados de terem fraudado as regras de uma rede social para difamarem Veja”, e prosseguiu. “Tudo, absolutamente tudo o que diz a matéria da Veja sobre ‘táticas para fraudar redes sociais’ é que é uma imensa fraude”.

O retorno
Ao reativar a conta no Twitter na madrugada desta quinta, o perfil lucy_in_sky_ segue sem identificar. No retorno à rede social, o usuário afirma que excluiu, temporariamente, o espaço que mantinha no microblog, por sofrer “bombardeio”.  Durante os cinco dias que antecederam a publicação deste semana da Veja, o perfil se dedicou a reproduzir centenas de mensagens com as hashtags #VejaTemMedo, #VejaComMedo e #VejaVaiPraCpi.

Texto: Anderson Scardoelli


domingo, 29 de abril de 2012

Nossa vida é passageira


Se pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é passageira, talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes. Muitas flores são colhidas cedo demais. Algumas, mesmo ainda em botão. Há sementes que nunca brotam e há aquelas flores que vivem a vida inteira até que, pétala por pétala, tranquilas, vividas, se entregam ao vento. Mas a gente não sabe adivinhar.

A gente não sabe por quanto tempo estará enfeitando esse Éden e tampouco aquelas flores que foram plantadas ao nosso redor. E descuidamos. Cuidamos pouco. De nós, dos outros. Nos entristecemos por coisas pequenas e perdemos minutos e horas preciosos. Perdemos dias, às vezes anos. Nos calamos quando deveríamos falar; falamos demais quando deveríamos ficar em silêncio. Não damos o abraço que tanto nossa alma pede porque algo em nós impede essa aproximação.

Não damos um beijo carinhoso "porque não estamos acostumados com isso" e não dizemos que gostamos porque achamos que o outro sabe automaticamente o que sentimos.

E passa a noite e chega o dia, o sol nasce e adormece e continuamos os mesmos, fechados em nós. Reclamamos do que não temos, ou achamos que não temos suficiente. Cobramos. Dos outros. Da vida. De nós mesmos. Nos consumimos.

Costumamos comparar nossas vidas com as daqueles que possuem mais que a gente E se experimentássemos comparar com aqueles que possuem menos? Isso faria uma grande diferença. E o tempo passa... Passamos pela vida, não vivemos. Sobrevivemos, porque não sabemos fazer outra coisa. Até que, inesperadamente, acordamos e olhamos pra trás.

E então nos perguntamos: E agora? Agora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa, de dar o abraço amigo, de dizer uma palavra carinhosa, de agradecer pelo que temos. Nunca se é velho demais ou jovem demais para amar, dizer uma palavra gentil ou fazer um gesto carinhoso. Não olhe para trás. O que passou, passou. 

O que perdemos, perdemos. Olhe para frente! Ainda é tempo de apreciar as flores que estão inteiras ao nosso redor. Ainda é tempo de voltar-se para Deus e agradecer pela vida, que mesmo passageira, ainda está em nós.

Pense!... Não o perca mais!

Nova ameaça da internet: Brasileiros são alvo de Phishing do Banco do Brasil


A empresa de segurança online ESET divulgou um caso de phishing do site do Banco do Brasil. Tendo os clientes da instituição como alvo, o link abre uma página muito parecida com a original e solicita informações pessoais, incluindo dados da conta e dos cartões do internauta.

Com o golpe, os malfeitores passam a ter acesso às principais senhas e números dos clientes do banco, podendo entrar nas contas verdadeiras. Após preencher todos os campos solicitados, surge uma mensagem dizendo que o usuário passará a desfrutar de "novas funções de segurança".

De acordo com a companhia de segurança, o sistema malfeitor foi criado com recursos de geolocalização, o que restringe o golpe apenas aos brasileiros e aumenta as chances de sucesso dos criminosos.

Para evitar cair em golpes de phishing, é recomendado que o internauta sempre digite a URL completa do site na barra de endereço e nunca clique em links suspeitos que prometem direcioná-lo à página oficial do serviço.

Firefox 12 está disponível para download


Já está disponível a nova edição do Firefox 12 para Windows, Mac e Linux. Essa nova versão tem como destaque uma melhoria no sistema de busca na página (Ctrl + F) e o download automático de um arquivo quando a URL dele é jogada na parte de downloads do navegador. Outra promessa é que as futuras atualizações serão mais simples de serem feitas.

Outra grande novidade é a funcionalidade do Twitter   para o navegador. É possível procurar por palavras (usando a hashtag "#") ou por usuários (usando "@" e o nome da pessoa) sem a necessidade de ir até a página do microblog.

Vale lembrar que essa será a última versão compatível com Windows 2000, XP RTM e XP Service Pack 1. Faça o download do Firefox 12

domingo, 15 de abril de 2012

Contagem regressiva para o fim do XP


Sistema operacional deixará de ter suporte em 2014. Quando completar 12 anos de vida, o Windows XP finalmente vai ser considerado ultrapassado.

A Microsoft anunciou a contagem regressiva para o fim do suporte ao Windows XP, o sistema com a vida mais longa na história da empresa. Em 8 de abril de 2014, o sistema chegará oficialmente ao fim, batendo um recorde de 12 anos e cinco meses de vida - dois anos e meio a mais do que o Windows NT, dono do antigo recorde.

A suspensão significa que o Office 2003 também não terá mais suporte. Stella Chernyak, diretora de marketing da Microsoft, afirmou, em seu blog oficial, que esses produtos foram grandes lançamentos, mas a tecnologia já avançou muito. Apesar do anúncio, espera-se que mais de 17% dos computadores ainda usem o sistema do Windows XP mesmo após ser descontinuado.

A recomendação da Microsoft é que os usuários que ainda usam o Windows XP migrem seus computadores para o Windows 7, ao invés de esperar pelo Windows 8, que chega em outubro. Chernyak afirma que é importante que a migração se complete antes do fim do suporte.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Google+ com novidades


Dois dias depois do Facebook anunciar a compra, por 1 bilhão de dólares, do híbrido de aplicativo e rede social Instagram, o rival Google+ tratou de apresentar a seus usuários a nova interface do serviço. É a primeira grande reforma visual desde seu lançamento, em junho de 2011, de um produto que recebe cada vez mais atenção dentro da gigante de buscas. A aposta visual do Google+ é correta, pois o novo leiaute se adapta facilmente a dispositivos móveis com telas sensíveis ao toque.

Entre as modificações já disponíveis a uma parcela de usuários – que já somam 170 milhões de perfis, segundo o Google –, destaque para a faixa dinâmica disponível à esquerda da tela, que permite arrastar ou remover recursos (fotos, círculos, página do usuário, entre outros) e rearranjá-los na ordem desejada pelo usuário. Note, na imagem abaixo, que os ícones estão totalmente adaptados ao toque de um dedo na tela. O Google, portanto, acerta ao recriar um produto que é concebido para se adaptar a todas as plataformas de distribuição – smartphones, tablets e computadores.

Outra funcionalidade que ganhou mais destaque na ferramenta é o Hangout, espécie de chat em vídeo, que permite a conversa de até dez amigos. Agora, o produto ganhou uma página específica, que reúne todas as videoconferências realizadas por seus usuários.

A seção lateral à direita da página é dedicada a uma nova coluna, com todos os contatos do Gtalk, serviço de mensagens instantâneas da companhia. Seu uso, aqui, é semelhante ao do concorrente Facebook. Além disso, a empresa demonstrou preocupação com o crescimento de imagens postadas por usuários e tratou de ampliar as dimensões das fotos a serem exibidas. A iniciativa, neste caso, é deixar o Google+ mais “visual”.

Com a reforma, o Google+ se descola definitivamente do visual Diaspora, concebido como uma alternativa ao Facebook, mas que, até hoje, não prosperou. Assim Vic Gundotra, vice-presidente sênior do Google e pai do Google+, definiu as mudanças. “Essa versão é mais fácil de ser utilizada e mais atraente, mas o mais importante é que vão no sentido de oferecer um Google+ mais simples e belo.”


Como seria nossa vida se o Facebook fosse deletado?


E se Mark Zuckerberg se matasse logo depois de deletar o Facebook? Como seria a vida das pessoas sem a rede social mais popular do mundo?

Partindo dessa ideia bizarra e apoteótica, um vídeo divulgado no YouTube traz situações engraçadas, como um cara lamentando num grupo de apoio porque não se lembra mais do aniversário de ninguém.

Numa cena, um personagem é acordado de madrugada por um nerd que bate a sua porta para dizer: “Nós estudamos juntos na escola e eu e vim pedir para você ser meu amigo”. Noutra, um sujeito corre sem camisa com uma mensagem nas costas que diz “Interessado em homens”.

O vídeo abaixo é muito interessante e mostra como acabamos ficando, em alguns aspectos, dependentes dos recursos oferecidos pelos serviços online. Apesar de abordar, especificamente, o Facebook, não é difícil substitui-lo pelo Gmail ou Google, por exemplo, para ver como as nossas vidas mudariam totalmente se os serviços deixassem de existir.

terça-feira, 10 de abril de 2012

Não ao Trabalho Infantil !!!


Para alertar a sociedade sobre a necessidade de prevenir e erradicar o trabalho infantil, foi lançada, nessa terça-feira (10), a campanha “O Mercosul Unido contra o Trabalho Infantil”.

A ação é do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), da Organização Internacional do Trabalho e da Agência Brasileira de Cooperação. Faz parte do projeto de apoio ao Plano Regional para a Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, assinado em novembro de 2010 entre os ministros do Trabalho e Emprego do Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai.

A campanha é composta por três peças gráficas que abordam a exploração sexual de menores, o trabalho doméstico infantil e o rural, e está centralizada nas cidades de fronteira: Paso de Los Libres (Argentina), Uruguaiana (Brasil), Posadas (Argentina), Encarnación (Paraguai), Rivera (Uruguai), Santana do Livramento (Brasil), Foz do Iguaçu (Brasil) e Ciudad del Este (Paraguai).

A fiscalização do trabalho do MTE atua em parceria com organizações governamentais e não-governamentais. Tem como objetivo combater toda e qualquer forma de trabalho infantil. De 2003 a 2012, a fiscalização tirou mais de 71 mil crianças e adolescentes do trabalho. 

Outras informações em: www.mte.gov.br

sábado, 7 de abril de 2012

Oculos Google: Realidade Aumentada



A Internet consegue ser uma mula teimosa de vez em quando, e altamente previsível. Ela NUNCA aprende, adora repetir os mesmos erros, e as empresas espertas se beneficiam e exploram esses erros.

Uma das manias mais bestas é se maravilhar com vídeos-conceito. Se a GE, que tem design de 60 anos atrás e nunca lançou nada que preste em termos de internet/consumidor final publicar um vídeo-conceito de uma torradeira online WIMAX geolocalizada, um monte de gente achará o máximo e replicará.

Agora o Google anunciou que está trabalhando em um projeto de óculos de realidade aumentada. Não disseram desde quando, nem para quando, nem COMO. Só mostraram um vídeo-conceito.

Pronto, saíram anunciando a morte do iPhone e do iPad nas Interwebs. Teve gente gritando, histérica “CHUPA APPLE”, outros elogiando a “interface limpa”, outros já entrando na fila da GoogleStore.

Depois que a gente fica macaco velho de Internet (+- seis meses de uso) aprende a não dar bola para conceito. É ótimo aquele vídeo da Microsoft com todo mundo usando Windows 12 e esfregando telas, mas é um futuro fluído, e uma coisa que aprendemos é que o mundo real não é fluído e nunca tudo funciona tão bem. Como diria a Irmã Cleyceanne, MURPHY É MÁS!

No caso dos óculos do Google, lembro um detalhe muito importante: Eles são uma empresa de propaganda. Eles vivem de veiculação de anúncios. Você não é o cliente do Google, o cliente são os anunciantes. Você é o PRODUTO.

Esses óculos representam uma fonte IMENSA de informações demográficas, anunciantes pagarão fortunas para anunciar para gente que está literalmente às suas portas.

Para mim o vídeo do Google é só mais um produto-conceito. “ah, eles tem um monte de gente trabalhando nisso”. Beleza, mostra o protótipo. Fora isso é artiguinho “Como Viveremos no Ano 2000 2100” da Galileu.

De resto, esse vídeo representa de forma mais “realista” o conceito dos óculos do Google.


Texto de Carlos Cardoso